Casa Esteval

A presente proposta Casa Esteval fundamenta a proposta de construção para uma moradia unifamiliar, piscina de apoio, terraços envolventes e novas vedações de delimitação do terreno, cumprindo todos os requisitos de programa funcional e conforto pretendidos pelos requerentes.

Considerando a delimitação da área de implantação de terreno rústico passível de ser urbanizável que se cifra em 712,50 m2, bem como a irregularidade estilística e volumétrica do edificado envolvente, a pretensão inspira-se na biometria e organicidade mineral do solo rochoso que constitui o terreno. Deste modo, a linguagem arquitetónica e volumétrica propostas refletem essa irregularidade abstrata que se pretende enquadrar de forma neutra e harmoniosa na envolvente natural e construída.

O edifício proposto apresenta uma volumetria irregular e orgânica (dinâmica), materializada num corpo térreo de multiplicidade angular, facetado por reentrâncias e saliências, assente sobre uma plataforma que se balança e apoia num embasamento semienterrado.

Nesta lógica irregular, a cobertura será constituída por superfícies inclinadas em distintas pendentes e altimetrias.

O edifício proposto visa a modernização e otimização inequívoca das condições de iluminação e ventilação naturais em todos os compartimentos. O conceito principal passa por implantar espaços amplos, luminosos e de circulação fluída, procurando que o edifício seja bastante permeável para com a envolvente nas suas distintas orientações, abrindo-se em múltiplos pátios e terraços para fruição da natureza circundante.

Esta edificação implanta-se e desdobra-se em dois pisos habitáveis, sendo que o piso térreo de cariz complementar conforma um embasamento semienterrado, sobre o qual assenta a plataforma do piso superior que incorpora as principais funções da moradia, tirando partido dessa altimetria para otimizar as condições de iluminação/ventilação natural e respetivos enfiamentos visuais para a envolvente.

Genericamente, pretende-se desenvolver uma linguagem arquitetónica contemporânea e orgânica (dinâmica), pautada por linhas irregulares estilizadas e planos retos e depurados de ornamentação estética. Pretende-se que o edificado proposto seja uma reinterpretação atual das construções preexistentes, assumindo uma estética neutra e intemporal numa zona que se pauta pela diversidade estilística, entre manifestações de inspiração tradicional, como também contemporânea.

A conceção do edifício assenta num cuidado exercício de pureza e neutralidade cromática, seguindo uma linguagem arquitetónica estilizada e harmoniosa, sendo que a cor predominante será o branco.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Casa Esteval

Localização
Esteval dos Mouros, Loulé, Portugal

Arquitetura
Studio Arte – AJJ Atelier d’Arquitetura

Arquitetos
João Carriço
Arnold Aarssen
Maria Fernandez Naranjo

Engenharia
Veritate – Fiscalização & Projectos, Lda.

Contrator
Marsolve – Solutions, SA

Fiscalização
Eng. Daniel Vicente

Landscaping
Ecossistemas – Arquitetura Paisagista

Fotografias
Luís Da Cruz

Ano 
2021

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE