Casa Fonte

“Para construírem duas casas num terreno de família, os irmãos “Fonte” tiveram que demolir a antiga casa de praia. Esta foi para eles a tarefa mais difícil do projeto. A outra? Fazer com que pareça apenas uma. Devido ao pequeno tamanho da parcela, a implantação resulta do alinhamento proposto pelo município: fachada da Avenida da Bela Vista a 3 metros do limite do terreno; na Rua dos Faróis alinhada pelos edifícios existentes; pátios norte e nascente com afastamento de 3 metros às extremas. Assim, a implantação ficou condicionada a um quadrado com 12 metros.

O volume parte da vontade de afirmar uma massa compacta à qual pequenas porções paralelepipédicas são subtraídas para marcar acontecimentos especiais: entradas, varandas e terraços. Esta lógica apenas é contrariada pela abertura pontual dos vãos, alinhadas pela face interior das paredes, sempre quadrados.

A cobertura de duas águas viu a sua cumeeira rodar 45º, coincidindo assim com a diagonal da planta. Este gesto responde à necessidade formal de caracterização do gaveto, ao mesmo tempo que responde ao desejo de dialogar com a envolvente. Isso permitiu fazer coincidir a altura mais baixa do volume de construção com as construções existentes a poente e a norte. Por outro lado, levanta-se para afirmar a definição do gaveto, apontando para o prédio de habitação colectiva a nascente. Porque estávamos interessados em autonomizar de ambas as entradas, estas foram localizadas em cantos opostos: na Rua dos Faróis ao lado do extremo poente e na Avenida da Bela Vista, no extremo norte. Em ambos os casos, a subtracção de massa do volume puro inicial é clara, criando um pequeno alpendre e ocultando o volume da garagem.

Embora cada entrada partilhe o acesso automóvel e pedonal, estes estão separados por uma caixa que receberá toda a parafernália de infra-estruturas.

O programa é simples e está organizado para cada uma das casas em três andares. No nível da entrada, a cozinha e a instalação sanitária estão ocultas num volume revestido a nogueira, deixando o resto da planta totalmente livre; no piso elevado, dois pequenos quartos, instalação sanitária e uma suíte. Sob o telhado, um espaço informal sem uso definido. Todo o edifício é revestido com o sistema ETIC, pintado num tom de areia. O desenho dos acessos está marcado pela madeira maciça, bem como os portões. A delimitação do lote é executado com um pequeno muro. As guardas da varanda são em vidro transparente. O piso exterior está em betão polido.

No interior, a paleta de materiais é também austera: novamente o pavimento em betão, paredes e tectos rebocados com acabamento estanhado.”

Paulo Lousinha

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Casa Fonte

Localização
Praia da Costa Nova, Ílhavo

Cliente
Macelo Fonte e Sérgio Fonte

Arquitectura
Lousinha Arquitectos

Arquiteto Responsável
Paulo Lousinha

Colaboradores
José Miguel Figueiredo, Matteo Losurdo e Barbora Šimová.

Fotografias
Ivo Tavares Studio

Ano Projecto
2013-2014

Ano construção
2016

VÍDEOS
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

𝗣𝗼𝗿𝘁𝘂𝗴𝗮𝗹 𝗖𝗢𝗻𝗩𝗜𝗗𝗮 𝗧𝗼𝗱𝗼𝘀

Uma ação informal por um bom motivo

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.