Casa Formosa

Dada a topografia do terreno existente, e de forma a tirar o maior proveito dos espaços exteriores, a Casa Formosa desenvolve-se em dois pisos.

O piso superior – piso 0, que se encontra à cota dos arruamentos, será o piso do acesso principal e onde estarão localizados os espaços privados e o escritório. Os espaços comuns de lazer e de serviços desenvolvem-se ao longo do piso inferior – piso -1. Desta forma podemos tirar um melhor aproveitamento dos espaços exteriores previstos no interior do terreno, que se encontra a uma cota bastante inferior à da entrada principal.

A habitação apresenta, enquanto elemento principal e de referência, todo o volume do piso 0. Um volume inspirado na arquitetura tradicional portuguesa, com um traçado simples e cobertura de duas águas. Este volume de destaque estará como que assente no volume que constitui o piso -1, tratando-se de uma volumetria mais ortogonal e contemporânea.

Foi-nos solicitada uma proposta cuja manutenção dos revestimentos exteriores fosse mínima. Desta forma, optou-se por atribuir ao volume de destaque um revestimento uniforme, ou seja, este volume é totalmente revestido por telha cerâmica cinza antracite – cobertura e paredes exteriores. Já o volume inferior optou-se por revestimento cerâmico mais claro.

O resultado final pretendido é a fusão entre o tradicional e o contemporâneo; o rústico e o elegante; não apenas através das formas, mas também pelos materiais e cores dos acabamentos.

 

Organização espacial

O acesso pedonal será feito através da Travessa das Formosas, rua de acesso à habitação que, através de um circuito interno nos irá conduzir à porta de entrada e nos dará acesso ao hall. O acesso automóvel será feito pela mesma rua que, através de uma rampa interior, encaminhará os carros para a garagem – espaço esse com capacidade para estacionar dois carros.

A recepção principal da habitação será realizada num hall. Este localiza-se na extremidade norte do piso de acesso e servirá como um eixo que divide os espaços privados dos espaços comuns de serviços e lazer – que se localizam no piso inferior.

A partir do hall, e em direção aos espaços comuns, somos encaminhados para as escadas de acesso ao piso inferior. Chegando ao piso -1 encontramos, do lado nascente, a zona de estar e lazer, e a instalação sanitária de serviço; do lado poente, podemos encontrar a zona de refeições e cozinha, que funciona em open space. Por detrás destes espaços, como que se tratasse de um backstage, podemos encontrar a despensa; a lavandaria e tratamento de roupa; e uma antecâmara, com armário técnico, de acesso à garagem e depósito da lenha.

No piso de acesso, e a partir do hall, é onde temos acesso ao escritório e aos espaços mais restritos da habitação. Contíguo ao hall podemos encontrar o escritório – com acesso a um terraço exterior. A localização deste espaço foi criteriosamente estudada de forma a permitir o acesso de pessoas externas, sem que para isso tivessem de cruzar os espaços comuns ou entrar na zona privada. De seguida, e percorrendo um corredor, encontramos a instalação sanitária geral, dois quartos e a master suite – composta por zona de dormir, closet, instalação sanitária privada e um pátio interior privado. Os quartos e master suite têm acesso a uma varanda coberta.

Todos os espaços encontram-se claramente abertos para o exterior através de enormes panos de vidro, podendo desta forma ter, não apenas acesso direto ao exterior e aproveitamento da entrada de luz natural, mas também usufruir da esplêndida paisagem que esta proposta possibilita.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

 

Projeto
Casa Formosa

Tipo
Construção de habitação unifamiliar

Localização
Tamel (São Pedro Fins), Barcelos – Portugal

Arquitetura
ARKMO – Arquitetura & Design

Estado
Em licenciamento

Área
430.00 m²

Ano do projeto
2023

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE