Contaminar Arquitectos

Casa Tojal

De um terreno acentuado e rodeado de oliveiras surge tímida e bucólica a Casa Tojal. Num gesto rasgado, nasce como parte integrante da sua paisagem, debruça-se sobre o vale e socalca o jardim que a envolve.

Os desafios e requisitos que nortearam o projeto passaram principalmente pela questão da orientação solar, pelo enquadramento da melhor vista (Norte/Poente) e por uma preocupação com a rotina diária do casal numa lógica de acessos diferenciados, ausência de obstáculos e fluidez de circulação.

Do ponto de vista formal, a moradia unifamiliar atravessa o terreno da sua cota mais alta à mais baixa, e, num acto de continuidade geométrica, esconde-se e revela-se pela relação que cria com a topografia do local. O seu desenho depurado procura sempre uma integração ora subtil ora contrastante, num jogo de equilíbrio pleno deste objeto construído na paisagem.

A edificação de um só piso é em forma de “L”. A entrada separa os dois volumes em betão, um que emerge do terreno e alberga a garagem e zonas técnicas, e outro perpendicular que ocupa a largura total do lote mas que, dado o seu carácter permeável e transparente, permite uma total continuidade do desenrolar da colina que atravessa e ao mesmo tempo que se fecha para a rua e se abre para a paisagem.

A circulação é feita por dois corredores paralelos e opostos de articulação espacial que se estendem a todo o comprimento da casa. Um corredor exterior que é o alpendre na fachada sul e um corredor interior que espelha e acompanha o alpendre da fachada envidraçada voltada a norte. Esta solução permite uma distribuição fluida que estimula a dinâmica da casa ao proporcionar uma distribuição pelos espaços banhada pelo sol e com usufruto das vistas generosas.

O programa acontece ao longo deste miolo central, garantindo que todas as divisões ganham igualmente com a solução criada, uniformizando assim o balanço entre sol, vistas, privacidade e ócio. As amplas áreas sociais, a cozinha e os quartos, tiram proveito desta relação directa entre fachadas. A casa desenvolve-se com um carácter progressivo que evolui das zonas técnicas e funcionais para as sociais e privadas.

No exterior, a inclinação das palas maximiza a luminosidade nos corredores e o betão torna-se o material proeminente com linhas horizontais que contrastam com a verticalidade dos elementos de madeira aparente que pontuam as fachadas.

O projeto assume uma plasticidade simples, riqueza de detalhes e pormenores marcantes. Responde harmoniosamente à necessidade de espaços de conforto e tranquilidade que se enquadram subtilmente no seu contexto paisagístico e topográfico sem perder a poética e personalidade que a caracteriza.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Casa Tojal

Localização
Porto de Mós, Portugal

Arquitetura
Contaminar Arquitetos

Autores do projeto
Joel Esperança Simões
Ruben Vaz
Eurico Sousa

Fotografias
Fernando Guerra – FG+ SG

Ano
2019

PDFS
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.

𝗣𝗼𝗿𝘁𝘂𝗴𝗮𝗹 𝗖𝗢𝗻𝗩𝗜𝗗𝗮 𝗧𝗼𝗱𝗼𝘀

Uma ação informal por um bom motivo