Centro de Saúde de Alcabideche

Categorias: Clínicas

1 – SOLUÇÃO PROPOSTA
1.1 – CONSIDERAÇÕES GERAIS
O lote proposto localiza-se em Alcabideche, actualmente, numa zona entre bairros residenciais de fragmentada e descaracterizada consolidação urbana, sem fortes pontos de referência, No entanto, e no surgimento de uma nova zona habitacional o lote enquadra-se num gaveto de novos arruamentos a Sul e Poente, nó de rotunda e estacionamento a Sul.
Às características do terreno e do cumprimento das premissas do programa funcional, alia-se a preocupação de um edifício de características formais e espaciais, rico de sensações que revelem um edifício de carácter arquitectónico singular e atraente, digno de uma obra de estado e de fácil identificação por parte dos utentes.

1.2 – CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS
Decidiu-se por um edifício aparentemente de dois pisos formados pela articulação de volumes desfasados do corpo principal e envolvidos por um contentor que unifica o conjunto. Da articulação dos volumes, surge um vazio que atravessa o edifício transversalmente, coberto apenas pelo contentor, que cria um espaço uno com duplo pé-direito, central ao edifício, possibilitando a comodidade de uma dupla entrada a Norte e a Sul. Um dos volumes, articula-se perpendicularmente ao corpo principal, ao centro deste, e tem a intenção de materializar o anúncio da entrada do Centro de Saúde através de uma imagem forte e reconhecível. Os módulos funcionais distribuem-se pelos volumes desfasados, para ambos os lados da entrada do Centro de Saúde, e um deles funciona a Oeste, em semi-cave, aproveitando o desnível do terreno.

1.3 – ORGANIZAÇÃO ESPACIAL E SISTEMA DE CIRCULAÇÃO
O edifício foi implantado a Sul do lote, paralelamente às curvas de nível, ao estacionamento e arruamentos previstos. Como a planta de implantação, a nível de piso 0, funciona formalmente em “ L”, a Sul e Nascente, foi possível criar uma praça mais privada com acessos pedonais a Norte e acesso de viaturas, a Poente, através da Rua de São Vicente.
Na referida praça foi ainda possível criar uma zona de estacionamento, no qual foi previsto o acesso de deficientes e ambulâncias com estacionamento e uma zona de estar a Nascente.
O edifício caracteriza-se por uma lógica funcional e estrutura de circulação muito racional,
permitindo tanto ao utente como ao funcionário uma flexibilidade de compreensão e circulação muito simples e rápida.
A modelação espacial e funcional permitiu uma organização de módulos completamente independentes uns dos outros. Esta solução, se necessário, por razões de gestão do próprio Centro de Saúde, possibilita o encerramento de módulos prescindíveis.
Obra seleccionada para a Trienal Internacional de Arquitectura de Lisboa, 2007.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA
Projecto
Centro de Saúde de Alcabideche


Localização
Vila de Alcabideche, Cascais, Portugal


Promotor/Cliente
Ministério da Saúde ARS Lisboa e Vale do Tejo

Arquitetura
André Espinho, Elsa Rebelo e José Luís Pignatelli
Data de projecto
1999

Data de conclusão
2007


Área Bruta de Construção
2544 m2


Fotografia

André Espinho – Arquitectura

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Registe a sua Empresa

Crie a sua conta gratuitamente e promova os produtos da sua empresa.

𝗣𝗼𝗿𝘁𝘂𝗴𝗮𝗹 𝗖𝗢𝗻𝗩𝗜𝗗𝗮 𝗧𝗼𝗱𝗼𝘀

Uma ação informal por um bom motivo