Clínica Dentária

Categorias: Clínicas

O desafio baseia-se em reinterpretar uma Clínica Dentária, na procura de uma nova claridade e carácter espacial.

O lugar situa-se num primeiro piso de um edifício comum no centro de Torres Vedras.

O espaço requer uma nova imagem para provocar novas atmosferas, novas sensações.

A vontade de criar um espaço distinto na cidade, mais pausado, contemplativo, de reflexão, levando a descobrir a importância do silêncio, dos espaços aparentemente vazios e cheios de vida.

Uma experimentação em que a eleição dos materiais está sustentada pela nobreza do material. Essa experimentação realiza-se essencialmente com o elemento arquitectónico imaterial, que é o espaço. A matéria espaço que é trabalhada, está determinada pela percepção, os percursos, a luz, os reflexos, as transparências, a fluidez.

A massa constituída por um somatório de vidros reciclados, potencia os reflexos e as vibrações da luz com a criação de uma percepção espacial sempre mutante.

A procura de uma intemporalidade espacial, com uma plenitude dos sentidos, onde a luz filtrada de diferentes maneiras poetisa os espaços dignificando-os.

INSPIRAÇÃO

Entender a clínica dando-lhe um carácter de escultórico, sólido, claro, moderno e intemporal.

Como inspiração partimos de um bloco de gelo, materializando-o de uma maneira abstracta.

A partir destas premissas e da análise do espaço criamos uma massa de vidros que vibra como a cadência dos ritmos da natureza.

MATÉRIA BRANCA

O espaço é composto por um somatório de elementos brancos em madeira laminada, de diferentes medidas. Os espaços de estar são todos do mesmo material mas revestido a pele branca. Esta materialização dá-nos a percepção de um bloco de gelo, escavado de modo escultórico.

MASSA DE VIDROS

Neste projecto queríamos experimentar algo novo, de trazer para a nossa arquitectura uma construção de carácter artesanal e único.

Dado ao tempo em que vivemos, utilizamos vidros reciclados de diferentes cores, de diferentes espessuras, e de diferentes qualidades.

Para as paredes de vidro fixas utilizamos vidros de diferentes medidas, apenas apoiados entre si.

Para as duas portas de vidro, entrada e saída da clínica, utilizados vidros com as mesmas espessuras, mas com uma profundidade diferente, e todos colados entre si,criando uma massa móvel do mesmo material.

O desafio baseia-se em seleccionar e compor todo este material criando um equilíbrio singular que potencia os reflexos e as vibrações da luz com a criação de uma percepção espacial sempre mutante.

Esta obra recebeu uma ‘Special Mention’ na categoria ‘Health Care & Aging Facilities’ do concurso ‘Architizer Awards 2013’.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Clínica Dentária

Localização

Torres Vedras, Portugal

Arquitetura

MMVARQUITECTOS

Arquiteto

Miguel Marques Venâncio

Colaboradores

B. Pedrosa (projecto, visualizações)
V. Vázquez (obra)
M. Álvarez (obra)
T. Palos (maquetas, gráfico)

Área de construção

90 m2

Direcção de obra

MMVARQUITECTOS

Construtor

A. Cesário

Ano

2012

Fotografia

Fernando Guerra | FG+SG

 

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?  

3DHR Multimédia

Desenvolvemos projetos em 3D para arquitetura e design interiores