Clínica Maida Smiles

Localizada no burgo City of Westminster, um bairro do noroeste de Londres, a clínica Maida Smiles Dental Clinic oferece aos seus clientes serviços de cosmética dentária e  estética facial de classe mundial.

O burgo apresenta-se hoje em dia como um distrito comercial dinâmico e atrativo, contendo ao mesmo tempo uma dimensão residencial considerável e com vários exemplos de edifícios multifamiliares da época Victoriana e Eduardiana de considerável valor arquitetónico. O bairro é igualmente famoso por ter  albergado o BBC Maida Vale Studios, um importante estúdio de rádio que transmitiu serviços de notícias durante a II Guerra Mundial. A importância desta localização, e as  características próprias dos serviços a prestar, exigiam uma abordagem ao projeto que originou uma forte imagem corporativa e um conceito arquitetónico único e memorável.

O projeto necessitava assim de ser visualmente atrativo e ao mesmo ser “a cara” de uma clínica de personalidade progressista, em linha com os serviços de cosmética inovadores  que se desenvolvem no seu interior. A criação de um ambiente  sofisticado, como um espelho da rica envolvente urbana caracterizada por edifícios do estilo Regency, e que é
apelidado de “Pequena Veneza”, era um requisito quase obrigatório para a equipa de projeto da Pedra Silva Arquitectos.

A espaço da clínica foi elaborado a partir de uma pré existência de loja de rua, sendo o espaço reestruturado com uma nova organização clara e objetiva, na qual todos os espaços são canalizados a partir da recepção, a qual ocupa na totalidade a fachada principal. Um único corredor conecta todos espaços de apoio – incluindo as áreas para  colaboradores e de esterilização, além de instalações sanitárias, instalações técnicas e de armazenamento e sala de raio x. As três salas de cirurgia encontram-se localizadas  ao longo da fachada traseira, proporcionando a estes espaços clínicos uma maximização da luz natural.

O conceito principal para a clínica tomou inspiração de uma interpretação dos implantes dentários, os quais são comumente utilizados em odontologia restauradora. Este  elemento, que tomou a forma de mais de 500 discos de cerâmica artesanais cobrindo as paredes como um conjunto tipo favo-de-abelha, e que caracteriza o espaço  proporcionando aos visitantes um ambiente clínico contemporâneo.

O grande objectivo para a recepção foi estabelecer uma comunicação franca com a rua e o espaço público. O desenho da parede cerâmica com cantos curvos e de caráter “envolvente” permite estabelecer essa relação e continuidade com o espaço urbano e a comunidade. A passagem entre o espaço de recepção e a zona clinica é feito através de  uma porta geometricamente customizada, de modo a que permaneça oculta aquando fechada, permitindo assim uma leitura da parede sem interrupções.

O balcão da recepção é revestido a microcimento, tal como o pavimento, o tecto e as paredes por detrás dos elementos cerâmicos, criando assim uma continuidade e  ligação entre todas as superfícies.

O objectivo foi limitar o uso de materiais de modo a destacar os elementos cerâmicos. A escolha de mobiliário, também desenvolvida pela nossa equipa de interiores, segue esta linha de pensamento, onde se procurou as geometrias simples, depuradas e elegantes.

O mobiliário é complementado com equipamento e iluminação decorativa. Para este projeto escolhemos uma das nossas peças de iluminação favoritas – o candeeiro “Hand Grenade, o qual foi desenhado pelo arquiteto Alvar Aalto em 1952. O corredor adjacente apresenta o mesmo material da recepção, o microcimento, tornando a transição entre zonas menos dissonante à medida que os clientes viajam pela clínica.

Outro aspecto importante do projeto a destacar foi o desenvolvimento dos aspetos técnicos do projeto dentro das actuais necessidades dos espaços clínicos dentários. Ao longo dos anos a nossa equipa desenvolveu um profundo conhecimento dos fluxos de trabalho, equipamentos e procedimentos nas áreas cirúrgicas e operacionais. Neste aspeto
existem muitos fatores que devem ser cuidadosamente considerados nestes ambientes de trabalho, incluindo a organização cuidadosa do espaço, e o fluxo das equipes e pacientes  para cirurgia. Considerar soluções práticas e ergonómicas para equipamentos técnicos, instrumentos e disposição de resíduos, são fundamentais para este tipo de programa e que devem funcionar perfeitamente com qualquer conceito de design.

O projeto foi desenvolvido em estreita colaboração com consultores e fornecedores, garantindo desse modo a compatibilidade com todos os equipamentos e práticas de trabalho do cliente. Do ponto de vista estético, foram aplicados materiais brancos e brilhantes em áreas clínicas, tendo os mesmos características de fácil limpeza e alta
resistência, tal como se exige neste tipo de espaços.

O resultado geral é um design minimalista e de fluxo livre, e que maximiza o uso do espaço. A parede de cerâmica feita à medida e os móveis de design icónicos também  trabalham em conjunto para criar uma dinâmica interessante que influencia superfícies, luz e reflexos.

Neste projeto a nossa equipa multidisciplinar teve uma intervenção abrangente, a qual envolveu igualmente a criação da imagem de marca da clínica, e que incluiu o desenvolvimento do logotipo, a identidade gráfica e os cartões de visita.

A nossa equipa colaborou estreitamente internamente de modo a garantir que o nova imagem de marca não só promovesse o caráter e o espírito da clínica, mas que fosse também um complemento à arquitetura.

A marca foi nesse aspeto desenvolvida procurando um tema moderno, simples, sofisticado e atemporal. O design subjacente é uma reinterpretação do ato de sorrir, criando uma história em torno do círculo e do sorriso – espelhando igualmente o ‘leitmotiv’ dos discos de cerâmica.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Clínica Maida Smiles

Localização
Maida Vale, Londres, Reino Unido

Cliente
Dr. Pedro Gutierres

Arquitetura
Pedra Silva Arquitectos

Fotografias e Vídeo
Loop Audiovisual

Área
92 m²

Ano
2019

PDFS
VÍDEOS
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Subscrever Newsletter

Já subscreveu a nossa newsletter?