Edifício AGE360

O Edifício AGE 360 é um projeto concebido para deixar um novo legado para nossas gerações ao traduzir a ambição, responsabilidade social, condições urbanas, qualidade de vida e a realidade da paisagem, em um design consistente, sustentável e hedonista.

O primeiro Wellness Building do Brasil e um dos primeiros residenciais do mundo a ter a certificação Fitwel, será também um dos 20 prédios mais altos do país, possuindo 124 metros de altura com vista 360 graus da cidade de Curitiba (PR).

O processo projetual focou no desenvolvimento estratégico baseado em fases. Em cada etapa esgotamos possibilidades, testamos alternativas, hierarquizamos prioridades, juntamente com nossos parceiros, com o intuito de encontrar a solução final completa. 

A partir de estudos de massa com maquetes, estruturou-se questões programáticas de projeto junto à legislação local, permitindo discussões essenciais para a formulação volumétrica. O desafio se deu com a meta de atingir 150m de altura, o que se mostrou inviável devido às normas em vigor de área construída. Logo, duas faces, (norte e leste) foram chanfradas. E o resultado é o volume lapidado como um diamante  em locais precisos, proporcionando a melhor orientação para as unidades residenciais com um design autêntico.

No entorno imediato, o Parque Barigui marca a paisagem,  e em um importante diálogo contextual foi incorporado à implantação, adentrando no térreo com suas espécies naturais. As estruturas do embasamento foram fragmentadas para acompanhar a topografia do terreno no sentido oeste / leste, criando uma inserção “topográfica” e escalonada em sua disposição. Ao longo de sua implantação posicionou-se diferentes áreas comuns, como quadra poliesportiva, salão de eventos, cinema ao ar livre e espaço infantil, abrigando uma prolífera diversidade de usos, essenciais para as demandas da morada contemporânea.

A torre de 36 andares concebeu arte e técnica em harmonia ao revelar soluções estruturais perimetrais, possibilitando plantas livres no interior da edificação. Vigas e lajes se projetam nas faces da criação, e demarcam o grafismo único do grid tridimensional que representa o AGE360. As unidades residenciais ainda possuem áreas entre 200 e 560m². E ao meio da edificação, uma silhueta orgânica fornece áreas comuns para os inquilinos, como piscina, SPA, ginásio e centro de bem-estar.

O parque existente é estendido do térreo ao topo do prédio, com varandas permeadas por vegetações em todas as fachadas. Alguns apartamentos possuem jardim privativo com piscina, marcando os grandes vazios existentes no volume.

O resultado final tangibiliza referências globais às particularidades locais e  revela os conceitos wellness, biofilia e tecnologia em uma experiência única da arquitetura contemporânea.

EFICIÊNCIA E SUSTENTABILIDADE

Para o conforto acústico foram estabelecidas algumas soluções construtivas para isolamento nas áreas comuns e nas unidades habitacionais. 

Para as áreas comuns, utilizamos Drywall chapa dupla com lã de vidro 7cm. Bem como o uso do bloco cerâmicos 14cm e 19cm + 1 cm com acabamento de cada lado. E forros isolantes com duas chapas de gesso acartonado, instaladas juntas e desencontradas + forro de acabamento (preferencialmente acústico).

Também trouxemos portas acústicas com batente com vedação emborrachada, com instalação em todos os ambientes dos apartamentos, salvo situações específicas indicadas em projeto.

A partir de uma decisão projetual de escalonar a fachada e recuar as unidades habitacionais, a intensa entrada de iluminação natural, típica da região, é amenizada. E junto a brises retráteis que vedam o edifício, fragmenta-se a entrada de luz, possibilitando um conforto visual e otimização de energia. 

O AGE possui grandes aberturas, com pé-direito alto, vista 360º (sem empenas ou paredes nas fachadas) e caixilharia piso-teto como elementos para a passagem e favorecimento da iluminação e ventilação natural, influenciando no conforto visual.

A ventilação e a luz natural proporcionam a sensação de bem-estar, bem como o uso da vegetação que escala o edifício, criando assim, microclimas com maior umidade relativa do ar, diminuição da temperatura e, consequentemente, melhoria do conforto térmico.

O edifício traz a racionalidade construtiva com o uso da estrutura metálica e modular, que acompanha o layout, também modular. Uma diretriz projetual para maior flexibilidade do morar, com apartamentos modulares, de metragens diversas em conexão com serviços e comércios internos. 

O edifício apresenta pilares perimetrais, permitindo com que a área interna dos apartamentos esteja livre de elementos estruturais, podendo ser reconfigurada de acordo com as necessidades específicas e futuras dos ocupantes. 

O primeiro Wellness Building do  Brasil combina o conceito de bem-estar biopsicossocial em uma arquitetura hedonista e sustentável.  Sua configuração é uma interpretação inteligente do código da cidade planejada de Curitiba e oferece aos moradores a infraestrutura necessária para viver de forma equilibrada em uma torre de alto padrão, de uso misto com serviços, lazer e moradia.

Ao ser planejado e realizado com eficiência construtiva, de maneira modular, pré-moldada através de estruturas metálicas. 

Enquanto solução que alinha conceito e técnica, prevemos floreiras e gardens para compor a fachada com irrigação automática. A proposta se dá de forma completa, pensando desde o reservatório e captação da água da chuva, à irrigação e sua manutenção pelo próprio condomínio. 

O projeto é o equilíbrio entre finanças, natureza e social. Uma abordagem sustentável para poder entregar um projeto de arquitetura de qualidade.

As unidades residenciais foram projetadas visando a harmonia entre mente e corpo, externo e interno, com uma vegetação variada e ventilação/iluminação natural presente em cada ponto do edifício. Mais do que nunca, o ser humano exige condições de vida saudáveis e naturais, e este projeto proporciona essa satisfação em todos os níveis, sendo reconhecido pela certificação – LEED e FitWel.

O desenho vertical assimétrico da torre se destaca no horizonte da cidade, mostrando sua forma de diamante esculpida em linhas precisas. A estrutura do edifício de concreto se mostra como um exoesqueleto sustentando uma grade tridimensional povoada por vegetação diversa de cores e tamanhos diferentes que permeiam os grandes vazios existentes no volume. No meio da torre, uma silhueta orgânica proporciona áreas comuns aos moradores e cria um contraste com as linhas ortogonais da estrutura que é preenchida por uma floresta suspensa, permitindo a simbiose entre o natural e o mineral acima de 100 m de altura que pode ser admirada de dentro para fora por todos ao redor.

 

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto: AGE360

Localização: Curitiba / PR / Brazil

Arquiteto: ARCHITECTS OFFICE / TRIPTYQUE

Incorporação: AG7 Realty

Diretor geral: João Vieira, Caio Faggin

Equipe: Rafael Igayara, Mario Kanashiro, Maína Bartholomeu, Gabrielle Rossini. 

Construção: TEICH Engenharia

Paisagismo: Renata Tilli Paisagismo

Arquitetura local: Realiza Arquitetura

Interiores: Suite Arquitetos

Saúde e Wellness: Lapinha Spa

Luminotécnico: Estúdio Carlos Fontes

 

Lista de fornecedores: 

Ar-condicionado: Michelena

Hidráulica / Prevenção Incêndios: Vectra

Elétrica: Lumini

Gás: BIM Brasil

Estrutura de concreto: Kálkulo

Projeto Legal: Realiza

Estacionamento: Garage Plan

Segurança: Haganá

Elevadores: Thyssen

Caixilhos: Crescêncio

Acústica: Relacus

Operacional: Geiah 

Wellness: Fortes Soluções Ambientais

Fundação: MG&A

 

Área construída: 18.000m²

Incorporadora: AG7

Área do terreno: 3.978,21m²

Ano de início do projeto: 2017

Ano da conclusão da obra: 2023

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE