Escola na Vila Nova da Barquinha

Os universos que frequentamos na infância tendem a perdurar nas nossas memórias. É o tempo em que nos relacionamos com a arquitectura de um modo mais livre e genuino. Estabelecem-se apropriações e hierarquizações intuitivas dos valores da arquitectura. Interessa por isso identificar o património que é estimado por todos, e sobre o qual se podem desenhar as memórias que se construirão.

 

Num território não conformado define-se um perímetro quadrado: forma autónoma e clara. A necessidade de diferentes funções na escola estabelece o pretexto para espaços distintos. Cada compartimento é uma experiência autónoma com escala, proporção e identidade própria. A agregação de todos os volumes define o seu valor iconográfico exterior. No interior protegido é definido um espaço intersticial, infinito por não revelar o seu inicio ou fim, que é usado como recinto lúdico.

 

É uma estrutura de ausência e ocupação que mimetiza os princípios que sempre se encontraram nas aglomerações urbanas.

Escolhe-se um vão replicável para todas as necessidades e define-se um acabamento generalizado para todos os espaços. A criteriosa economia destes elementos faz ressaltar a diversidade dos espaços.

 

A intensidade deste novo universo propõe-se na serena sucessão de momentos únicos.

Galeria
TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Escola na Vila Nova da Barquinha

 

Cliente

Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha

 

Localização

Vila Nova da Barquinha, Portugal

 

Arquitetura

Aires Mateus

Arquitetos Responsáveis

Manuel Aires Mateus, Francisco Aires Mateus

 

Coordenação

Humberto Silva

 

Colaboradores

Miguel Valério Francisco Caseiro João Caria Humberto Fonseca

 

Consultores

Betar / Joule

 

Paisagismo

Proap

Área

4600.0 sqm

 

Ano do projeto

2009

 

Fotografias

Fernando Guerra | FG+SG

projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Tectum PRO

Sistemas Construtivos Cobert

MOON

A única placa de comando em cerâmica.