Escritórios da Padaria Portuguesa

Categorias: Escritórios

O rápido crescimento da empresa obrigou-a a ampliar o escritório, ocupando mais um piso do edifício. O projecto exigia acomodar uma ampla zona de trabalho em open-space, vários gabinetes, salas de reuniões e zona de refeições num novo espaço que se pretendia moderno mas acolhedor.

Como tal optou-se por criar uma zona do escritório revestida a OSB, um material que permitiu criar uma segunda pele, na qual foram abertos orifícios para passagem de luz, tanto vinda do tecto como vinda das paredes, através de nichos. Este material permitiu criar um ambiente dinâmico, informal mas também acolhedor. Já na sala principal deixaram-se as infra-estruturas do tecto à vista, ganhando-se pé direito, o que permitiu desafogar o espaço de trabalho.

Ao pintar de preto todo o tecto garantiu-se a homogeneidade cromática de todos os elementos aí suspensos, e a sua eliminação visual. O OSB manteve-se como denominador comum do espaço ao ser utilizado não só em paredes, tecto e chão, mas por todo o escritório, tampos e laterais de secretárias, blocos de gavetas e mesas de refeições.

Na nova copa, desenhou-se um armário de apoio com o padrão de mosaico hidráulico do pavimento das lojas da Padaria Portuguesa, uma imagem de marca, como fundo de bancada.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA
Projeto

Escritórios da Padaria Portuguesa

Localização

Rua Barata Salgueiro, nº30 Lisboa, Portugal


Arquitetura

João Tiago Aguiar Arquitectos


Autor do Projeto
João Tiago Aguiar


Arquiteto Responsável

Ruben Mateus


Equipa

Ruben Mateus, João Nery Morais, André Silva, Maria Sousa Otto, Arianna Camozzi, Rita Lemos, Renata Vieira


Engenharia

OMF


Construtor

VIPlace


Fabricantes

CIN, CLIMAR, Wicanders, Amorim


Área

360.0 m2

Ano do projeto

2017


Fotografias

Fernando Guerra | FG+SG

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Workshop . Lisboa

Como Vender o Que Não Se Vê

Workshop . Porto

Como Vender o Que Não Se Vê