Igreja de Saint-Jacques de la Lande

Categorias: Religiosos

A igreja de Saint-Jacques-de-la-Lande foi a primeira igreja construída na região da Bretanha da França no século XXI. O projeto foi contratado para o arquiteto português Álvaro Siza Vieira. O uso de concreto claro e branco de Siza oferece um espaço cerimonial exclusivo que se dobra delicadamente no bairro ao sul de Rennes, uma área residencial com blocos habitacionais de cinco andares.

 

Como muitas outras obras de Siza, a igreja foi construída em concreto branco e seu desenho dá especial atenção à iluminação natural, que banha, por cima, o altar, o sacrário, o púlpito e a pia baptismal. Externamente, diferentes volumes – blocos, cilindros e incisões – compõem a geometria geral do edifício, distinguindo-o dos blocos residenciais adjacentes, ao passo que o reduzido número de aberturas ajuda a estabelecer uma presença sólida e permanente em meio ao ambiente natural.

A principal preocupação da Siza ao projetar o projeto foi integrar a igreja no tecido urbano. Uma das características do edifício é a forma circular no segundo andar, que levará até 120 pessoas – liberando o primeiro andar para áreas sociais e administrativas.

A igreja será inserida como um volume independente que se adapte ao plano existente e as dimensões dos edifícios e espaços próximos, existentes ou planejados, em particular o tamanho do bloco de apartamentos ao norte.
O programa é distribuído em dois níveis, superpondo um cilindro com um diâmetro externo de 14,75 m em um plano quadrado de 16×6 m com uma altura total de 12 m. O Centro Paroquial e a igreja estão no primeiro e segundo andares, respectivamente, com um porão menor de 97,2 m2 para as áreas técnicas e de armazenamento.

Dois volumes retangulares quebram ao oeste deste núcleo, enquadrando o átrio da entrada e abrangendo a altura total do prédio. Outros dois volumes quadrangulares idênticos situam-se a leste, juntamente com um meio cilindro em cantilever que emerge do último andar. A circulação entre os dois andares é feita através de um elevador e duas escadas – uma delas fechada – com dois vôos. A parte central da igreja tem capacidade para 126, com acesso para deficientes. Uma capela lateral ao sul contém a fonte batismal, uma abside semicircular (Capela A) contém a imagem da Virgem e do tabernáculo, e uma capela lateral no lado norte (Capela B) contém o crucifixo. Uma plataforma elevada se estende por cima das capelas A e B, a base do altar e do púlpito. O eixo diagonal da área da congregação, que corre das escadas da mina para o crucifixo, define a posição do altar.

A sacristia de acesso restrito está no andar superior do volume que contém o elevador e a escada fechada. Uma plataforma quadrada é suspensa acima do espaço cilíndrico da igreja para controlar a luz que entra através do clerestório e segurar o equipamento de iluminação e ventilação. Os lados deste painel quadrado são paralelos ao eixo da zona de congregação. Esta igreja é assim iluminada de cima e indiretamente, refletindo o teto e as paredes cilíndricas. Outros dois pequenos clerestórios estão definidos acima da imagem da Virgem e da fonte batismal. A luz entra na capela B através de um eixo virado a oeste.

A igreja foi construída usando paredes portadoras de concreto branco reinturadas com isolamento térmico interno. As marcas do cofragem utilizadas na sua construção são visíveis nas fachadas. O interior da igreja e o Centro Paroquial foram pavimentados com mármore. As paredes foram pintadas depois de instalar um painel de mármore de 110 cm de altura, com exceção da cozinha e banheiros, onde ele elevará a 220cm. Os pavimentos no porão terão um acabamento epóxi e uma proteção de parede epóxi de 220 cm de altura. Os molduras exteriores serão em madeira com um acabamento em alumínio na face externa.

 

 

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto:

Igreja de Saint-Jacques de la Lande
Localização:
Rennes, França
Arquiteto:
Álvaro Siza Vieira

Fotografia:

João Morgado

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal