Jardim de Infância e ATL

Categorias: Infantários

A intervenção consiste na transformação de uma habitação unifamiliar construída na década de 60 do século XX em Jardim de Infância e ATL.

O edifício era uma típica habitação unifamiliar de periferia urbana, com dois pisos, isolada e implantada à face da rua. O rés do chão era ocupado pela garagem e áreas de serviço e a sua relação com a área exterior circundante privada era feita essencialmente através de pequenas aberturas junto ao teto.

O Jardim de Infância foi localizado no rés-do-chão e o ATL no primeiro piso. As duas atividades coexistem nas mesmas instalações e partilham infraestruturas como o espaço de entrada e recepção, a cozinha e espaço de refeição, instalações sanitárias e recreio exterior.

A adaptação programática exigiu a reorganização dos espaços interiores e áreas de circulação. Os acessos verticais foram adaptados de forma a receber uma plataforma elevatória vertical para tornar todo o edifício acessível. Esta adaptação conjuga-se com o desenho de um espaço amplo de entrada no edifício, para recepção das crianças.

O novo programa exigiu também uma ampliação da área de construção, que foi feita através de dois volumes de um piso implantados lateralmente, entre o edifício original e o limite Poente do lote, numa área que servia anteriormente de passagem de serviço para o logradouro. Estão separados por um pequeno pátio de iluminação e ventilação que dá também acesso a uma área técnica. Os novos volumes implantam-se recuados em relação às fachadas de rua e tardoz do volume principal, mantendo um carácter secundário e complementar. Junto à rua o recuo define um pequeno pátio com ligação direta à cozinha, que serve de entrada de serviço.

Foi necessário redesenhar os alçados do volume principal, no rés-do-chão, para ampliação da área de contacto com o exterior. O novo desenho segue a métrica dos vãos do piso superior, abrindo portas envidraçadas que permitem o acesso direto às áreas exteriores do recinto. Com esta alteração o edifício adquiriu um carácter mais aberto e regular, adequado à nova função.

A linguagem arquitetónica e a lógica de composição dos novos alçados, tanto no rés-do-chão do volume principal como na área ampliada, aproximam-se das pré-existentes. Procurou-se manter a identidade arquitetónica original do edifício que, apesar de ser apenas uma construção corrente, tem valor como testemunho de uma época e como parte de um contexto onde se insere de forma natural e coerente.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Jardim de Infância e ATL

Localização

Fânzeres, Gondomar

Arquitectura

André Eduardo Tavares e Inês Pimentel


Colaboração

Maria Inês Pimentel

Data de Projecto

2013-2014


Projectos de Especialidades

L2M Lda., Norteng – Engenharia Lda.

Construção

Albano Silva Correira


Fotografia

Arménio Teixeira, arquivo AT (maquete)

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal