Loja Claus Porto

Desenhar uma loja para a Claus Porto, uma marca histórica com mais de 100 anos, no âmbito da reabilitação do edifício em que se situa, foi algo que nos fez todo o sentido desde o início.

O projecto de reabilitação para o edifício situado na Baixa Pombalina passou por restituir as características originais do edificado, muitas vezes adulteradas nas intervenções que sofreu ao longo de mais de dois séculos. Desta forma, restituiu-se o soco original em pedra de Lioz na fachada, mantiveram-se os caixilhos originais em madeira pintada de branco com os aros fixos e serralharias pintadas a verde escuro azeitona, e renovou-se o interior, respeitando a memória dos espaços existentes.

As premissas para a intervenção na loja não foram excepção a estes princípios.

O espaço, por ocupar a esquina do edifício no piso térreo, apresenta uma fragmentação de áreas singulares.  Como tal, o grande desafio foi o de simplificar a organização dos espaços criando a distinção entre o espaço central dos espaços adjacentes.

O espaço central destaca-se pela sobriedade que invoca a memória do edifício, com pavimento em Lioz e as paredes brancas. Os espaços adjacentes, em contraste, são totalmente revestidos a madeira de carvalho, trazendo calor ao espaço central à semelhança do pavimento original em soalho dos apartamentos. Pontualmente, e à imagem do edifício em que se situa, surgem apontamentos de verde escuro azeitona, com a introdução de cortinas que separam os espaços.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Loja Claus Porto

Localização
Lisboa

Cliente
Claus Porto

Arquitetura
Nuno Nascimento Arquitectos

Arquitecto
Nuno Nascimento

Empreiteiro
Planirest

Fotografias
Francisco Nogueira

Ano de Construção
2019

Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal