Mar do Oriente

Categorias: Escritórios

Sobre uma plataforma, oito volumes são construídos. O significado de cada um dos volumes é reforçado pela repetição, não igual, mas idênticos. Os edifícios têm a mesma distância entre si, repetindo a imagem externa, altura e largura. A variação acontece no seu comprimento e, portanto, na implantação sobre a plataforma.

 

Como objetos abstratos os volumes estão na fronteira da plataforma, liberando uma vasta área no centro. No núcleo da intervenção, a laje da plataforma é cortada para iluminar a praça interna, um nível abaixo, de onde todos os acessos aos escritórios estão localizados. A praça promove a conexão de todas as quatro ruas circundantes. As fachadas expõem um módulo constante, não definido por uma materialidade (betão ou pedra), mas por uma imaterialidade: alinhamentos de luz que atravessam a partir da parede da galeria para o teto.
TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA
Projeto

Mar do Oriente

 

Localização

Lisboa, Portugal

 

Cliente

Cooperativa Mar do Oriente

 

Arquitetura

Aires Mateus

 

Responsáveis do Projeto

Valentino Capelo Sousa, Bruno Moura Anes

 

Colaboradores

Patrícia Marques, Maria Rebelo Pinto, Tiago Mestre, Afonso Almeida Fernandes

 

Engenharia Estrutural

José Nascimento

 

Engenharia Elétrica e Comunicações

Saraiva de Figueiredo

 

Paisagismo

Margarida Quelhas

 

Tratamento do Ar

João Soares

 

Acústica

José Nascimento

 

Construtora

Empreiteiros Casais

 

Área Construída

16,700 m²

 

Área

7200.0 m2

 

Ano do projeto

2008

 

Fotografias

Fernando Guerra | FG+SG

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Biblioteca BIM Leca ®

»