Palácio do Comércio

Categorias: Unifamiliar

Palácio do Comércio – Pretendia-se reabilitar um conjunto de 3 apartamentos existentes, cada um com cerca de 200m2 de área de intervenção, mantendo a sua função de habitação com tipologias generosas (T3, T4 e T5), possibilitando também a sua utilização como unidade turística. Os apartamentos ocupam parte do 5º, 6º e 7º pisos de um dos edifícios mais carismáticos da cidade do Porto, designado de Palácio do Comércio, localizado na Rua Sá da Bandeira, e mantêm, na sua generalidade, a distribuição funcional e os revestimentos e elementos construtivos originais.

Durante a elaboração dos projectos foi tido em consideração o facto do projecto de arquitectura deste exemplo notável da arquitectura portuguesa de meados do século XX ser da autoria dos Arqt.s Maria José Marques da Silva e David Moreira da Silva. Os pormenores construtivos e os materiais nobres utilizados na sua construção demonstram a qualidade construtiva e o rigor arquitectónico do edifício. Salientam-se as pedras mármore nas zonas comuns do edifício, as madeiras nobres nos revestimentos de pavimentos e nas carpintarias, o cobre nos caixilhos, alguns deles curvos, entre outros.

As alterações propostas procuraram, nesse sentido, minimizar o impacto nos apartamentos, preservando e valorizando as suas características originais. Paralelamente, o facto dos apartamentos se encontrarem em bom estado de conservação, levou a que as propostas envolvessem essencialmente um conjunto de intervenções pontuais, nomeadamente através da reabilitação dos elementos construtivos existentes e de pequenas alterações de distribuição funcional. A introdução de novas infra-estruturas, nomeadamente hidráulicas, eléctricas e de telecomunicações, foi pensada de forma a colidir o menos possível com os elementos construtivos existentes.

Os apartamentos organizam-se num espaço rectangular longitudinal com duas frentes, uma para a rua e outra para o interior do saguão, por onde se faz o acesso de serviço. O acesso principal é feito num dos topos deste rectângulo, sendo a distribuição interior realizada através de um eixo central que estabelece uma separação clara entre os espaços de serviço, orientados para o saguão, e os espaços nobres, virados para a rua. Esta hierarquia entre os espaços é traduzida também nos materiais de revestimento, sendo que as carpintarias apresentam madeiras de espécies exóticas à vista nos compartimentos mais nobres, enquanto que nos restantes espaços são esmaltadas a cores diversas. Grande parte destes revestimentos foi reabilitada, como é o caso dos soalhos, nos quartos e salas, das pedras mármore, mosaicos hidráulicos e elementos cerâmicos nas instalações sanitárias e nas cozinhas. Sempre que houve necessidade de introduzir novos revestimentos optou-se por manter esta hierarquia entre os espaços com diferentes funções.

Em termos de distribuição funcional, as alterações mais relevantes estão relacionadas com a remodelação das zonas de serviço, materializada pela reorganização das cozinhas e pela criação de uma sala de jantar associada à sala de estar. No caso dos apartamentos do 5º e do 6º piso, esta alteração libertou mais espaço para os antigos quartos de serviço, permitindo que se transformassem em suites. Houve ainda a necessidade, em particular no caso do apartamento do 7º piso, de acrescentar uma instalação sanitária, para incrementar a funcionalidade dos apartamentos. Em suma, as intervenções pontuais realizadas permitiram valorizar as características originais dos apartamentos, preservando o seu elevado valor patrimonial e garantindo, em simultâneo, uma melhoria das condições de utilização e de conforto.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto
Palácio do Comércio

Localização
Porto, Portugal

Arquitectura
Atelier in.vitro, Joana Leandro Vasconcelos

Promoção
Altar, Sociedade de Investimentos, S.A.

Construção
Vantagem S.A.

Área de construção
200 m2 por apartamento (área total de cerca de 600m2)
Fotografias
José Campos

 

 

 

 

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE