Engenheiro português Vítor Cóias galardoado com prémio internacional

O engenheiro civil Vítor Cóias foi galardoado com prémio internacional e recebeu a Medalha Richard H. Driehaus para a Preservação do Património 2020.

Pela primeira vez, o júri internacional entregou este galardão a um português e fê-lo pelas suas “contribuições significativas para a preservação do património”, anunciou em Madrid a INTBAU (International Network for Traditional Building, Architecture & Urbanism / Rede Internacional de Construção, Arquitetura e Urbanismo Tradicional), organização que dinamiza o galardão.

Num comunicado de imprensa enviado ao ‘Mundo Português’, explica que Vítor Cóias foi “um pioneiro” na preservação do património, já que o seu trabalho “evitou a perda de um património insubstituível, que teria sido demolido e substituído por estruturas de aço e cimento”.

“(Vítor) Cóias interveio em inúmeros edifícios históricos de Lisboa, onde tem sido um importante defensor dos sistemas estruturais históricos em madeira, resistentes aos sismos da Baixa Pombalina de Lisboa e em monumentos de destaque como o Palácio de Mateus (na freguesia de Mateus, concelho de Vila Real)”, refere ainda.
Sobre o percurso profissional do engenheiro civil português, a organização do prémio destaca que “dedicou a sua carreira à investigação, desenvolvimento e difusão de técnicas de construção que respeitam a integridade do património e do meio ambiente”.

A INTBAU destaca que o trabalho de Vítor Cóias não se limitou à prática mas também à divulgação e ensino de técnicas de construção sustentáveis no meio ambiente e na tradição urbana. E cita as palavras do galardoado de que é necessário “tanto preservar os exteriores e interiores de um edifício a reabilitar, passar pela recolha de informação, pela qualificação do projeto e, por fim, por uma intervenção adequada”.

Engenheiro português galardoado com prémio internacional para preservação do património Vítor Cóias interveio em inúmeros edifícios históricos e em monumentos de destaque como o Palácio de Mateus.

A Medalha Richard H. Driehaus para a Preservação do Património distingue empresários, promotores, presidentes de fundações ou de outras instituições que tenham realizado contribuições significativas para a preservação do património, dando continuidade às tradições arquitectónicas na Península Ibérica.

A organização é da INTBAU, rede internacional que promove a construção, a arquitectura e o urbanismo tradicionais, e cujo patrono e fundador é o Príncipe de Gales.

Segundo o comunicado de imprensa, esta iniciativa é possível graças ao suporte de Richard H. Driehaus Charitable Lead Trust e Fundação EKABA, com a colaboração da Real Academia de Bellas Artes de San Fernando (Madrid), Hispania Nostra e da Fundaçao Serra Henriques de Portugal.

O galardão será entregue em 19 de novembro na Real Academia de Belas Artes de San Fernando, em Madrid, juntamente com o Prémio Rafael Manzano de Arquitetura, concedido a Fernando Martín Sanjuan, numa cerimónia que será presidida pela vice-presidente do Congresso dos Deputados espanhol, Ana Pastor.

 

© Mundo Português .  Ana Grácio Pinto

 

VÍDEOS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Goma by Flowco

Azulejos ecológicos fabricados em Portugal