Hydro Building Systems e Saint-Gobain Glass anunciam parceria internacional para liderar o mercado de fachadas com baixa pegada de carbono

Categorias: Produtos

A Hydro Building Systems e a Saint-Gobain Glass estão a unir forças para impulsionar a descarbonização, apoiando a indústria da construção a conceber fachadas sustentáveis com a circularidade integrada. As duas empresas estão a liderar o caminho através da utilização de produtos com baixas emissões de carbono graças a uma elevada percentagem de materiais reciclados: especificamente os produtos de alumínio para fachadas da Hydro Building Systems fabricados com Hydro CIRCAL® 75R e o substrato de vidro Saint-Gobain Glass ORAÉ®.

Hydro CIRCAL® 75R, lançada pela primeira vez em 2019, é uma liga de alumínio de primeira qualidade fabricada com um mínimo de 75% de alumínio reciclado pós-consumo. Hydro CIRCAL® 75R tem uma pegada de carbono entre as mais baixas do mundo: 2,3 kg de CO2 por quilo de alumínio.

ORAÉ® é um novo substrato de vidro com a pegada de carbono mais baixa do mundo. De acordo com a sua Declaração Ambiental de Produto, ORAÉ® tem um valor verificado de pegada de carbono de 6,64 kg de CO2 equivalente por metro quadrado (para uma espessura de 4 mm), o que representa uma redução de 42% em comparação com a referência europeia para vidro liso da Saint-Gobain Glass. Tal foi possível através da utilização de energia renovável e de um conteúdo reciclado de 64%.

Com uma dedicação partilhada com o objetivo de um desenvolvimento sustentável, a Saint-Gobain Glass e a Hydro Building Systems, que inclui a marca TECHNAL, estão empenhadas em ajudar os promotores e especialistas a criar soluções mais sustentáveis e com menos carbono incorporado. Atualmente, os edifícios são responsáveis por 39% das emissões globais de gases com efeito de estufa.

De acordo com um estudo de avaliação do ciclo de vida das fachadas, estima-se que o carbono incorporado na fachada do edifício possa ser reduzido até metade, combinando sistemas de fachada produzidos com Hydro CIRCAL® 75R e envidraçados com produtos ORAÉ®, como o vidro de controlo solar COOL-LITE® XTREME ORAÉ®.

Além disso, devido às rigorosas regulamentações de emissões e ao simples facto de que as reservas de recursos estarem a esgotar-se, o interesse mundial pela mineração urbana está a aumentar. A Hydro Building Systems e a Saint-Gobain Glass estão a investir separadamente no desenvolvimento de parcerias de mineração urbana por toda a Europa, em linha com a sua abordagem de sustentabilidade. Cada empresa implementou iniciativas de recolha e reciclagem de alumínio e vidro em fim de vida, promovendo assim a circularidade. Algo que está atualmente a ser feito na renovação de um edifício em França.

Por último, ao investir em produtos reciclados e recicláveis e ao apoiar a circularidade, os promotores de edifícios podem não só reduzir o carbono incorporado e criar mais valor em fim de vida para o edifício, mas também beneficiar do apoio financeiro europeu.

Marion Portenseigne, Diretora de Especificação de Fachadas de Vidro da Saint-Gobain Glass afirmou: “Partilhamos com a Hydro Building Systems a mesma ambição de sermos líderes em construção leve e sustentável. Esta parceria permitirá aumentar a consciencialização para soluções de baixo carbono para fachadas. Isto significa formação para que a cadeia de profissionais possa conhecer a oferta e vantagens, com a realização de ações de comunicação conjuntas que começaram com a feira BAU na Alemanha em abril passado, e em projetos específicos para promover ambas as soluções.”

Lucile Souyri, Responsável de Sustentabilidade da Hydro Building Systems, comentou: “Durante muitos anos, a sustentabilidade tem sido uma parte essencial da nossa estratégia como empresa e a força motriz por trás do nosso compromisso com a inovação de baixo carbono. Estamos muito satisfeitos por poder trabalhar em conjunto com a Saint-Gobain Glass para estabelecer um novo padrão e liderar o caminho para um ambiente de construção mais sustentável. Assim, a nossa parceria inclui os elementos apresentados anteriormente por Marion e, além disso, trabalhamos em conjunto para garantir que o vidro e o alumínio das fachadas em fim de vida sejam reciclados. No entanto, tal só será conseguido através de uma colaboração mais estreita com as equipas de ambas as empresas envolvidas, desde as fases iniciais de conceção do projeto até à conclusão do edifício.”

Ao trabalhar nesta direção, é ambição de ambas as empresas continuar a desenvolver parcerias com outras partes interessadas, aprofundar a sua investigação para desenvolver produtos cada vez mais sustentáveis e continuar a liderar o caminho, agindo para além da regulamentação.

Saiba mais sobre a abordagem de sustentabilidade da TECHNAL AQUI e da Saint-Gobain AQUI.

LINKS
Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Biblioteca BIM Leca ®

»