Nova sede da KPMG em Portugal com assinatura da Openbook

Categorias: Arquitetura

A arquitectura de interiores, design e mobiliário dos novos escritórios da KPMG em Lisboa, tem a assinatura do atelier Openbook. O conceito de comunicação e sinalética pertence à By Interactive Brands Agency.

Situada em plena Avenida Fontes Pereira de Melo, a nova sede da KPMG em Lisboa foi pensada para reforçar a cultura de marca e fomentar a criatividade, cooperação e pensamento disruptivo dos seus colaboradores, através da promoção de encontros numa diversidade de ambientes.

O resultado é uma experiência imersiva no mundo KPMG, que cruza a inspiração clássica e o recurso a materiais nobres e sofisticados com a criação de espaços de trabalho ágeis. Os cerca de 900 colaboradores, distribuídos por 8 pisos e uma área total de aproximadamente 10.000m2, têm liberdade para diariamente escolherem o ambiente perfeito como local de trabalho. O objectivo comum aos vários espaços existentes, desde open spaces a gabinetes, salas de reuniões, creative rooms, áreas de trabalho colaborativo, a lounges, coffee points, salas de conferências e salas de formação, é estimular todo o potencial de cada colaborador e aumentar a sua produtividade.

Paulo Jervell, partner e arquitecto da Openbook Architecture, afirma que “este foi um projecto desafiante, cujo resultado é para nós motivo de grande orgulho. A conjugação entre o nosso know-how especializado e o conhecimento que temos sobre as mais recentes tendências globais em workplace strategy, foram a chave para conseguirmos esta convergência única entre a identidade e as características exclusivas da KPMG, e as necessidades e exigências dos espaços de trabalho de hoje”.

Espaços esses que reflectem o ADN da marca, fruto da aplicação da sua metodologia Brandchitecture. O atelier foi responsável pela gestão e coordenação do projecto de arquitectura de interiores, o design do mobiliário e a colecção de arte corporativa, disposta por todos os andares de forma estratégica. A arte desempenha no projecto um papel identitário, mas também motivacional, ao envolver os colaboradores nos valores e missão da KPMG, enquanto potencia a criatividade e a redução de stress. Já a By teve a seu cargo o desenvolvimento do conceito de comunicação e sinalética no espaço. “Arte do Saber” é o conceito de comunicação criado para a nova sede da consultora, desenvolvido pela By através de uma narrativa e linha gráfica que tem por base os valores, mensagem e visão estratégica da KPMG. Esta identidade está incorporada nos espaços, integrando e complementando a arquitectura. O objectivo é enaltecer, envolver e inspirar diariamente colaboradores, parceiros e clientes.

Para Gonçalo Castelo Branco, Partner da By, “este projecto foi de uma ambição audaz, mas que muito nos enche de orgulho por fazermos parte dele. São quase 10.000m2 de um espaço elegante e intemporal, cujo propósito primário era o de envolver os colaboradores na essência da marca e promover o dinamismo, flexibilidade e agilidade no working space. Um conceito que vai além da comunicação na decoração do espaço e na arquitectura. A Arte do Saber transmite e reforça os Pilares da KPMG e pretende criar e fomentar uma relação mais próxima com os colaboradores numa nova era para a empresa”. As Caves Sandeman e os escritórios da NOKIA em Portugal constituem exemplos de outros projectos desenvolvidos pela Openbook Architecture em parceria com a By.

 

©Diário Imobiliário

Fotos © Fernando Guerra/ FG+SG

Galeria
noticias RELACIONADOS
PUBLICIDADE

Workshop . Lisboa

Como Vender o Que Não Se Vê

Isopan

Apresentamos a Esquadria Perfeita