Villa Theatro

Edifício projetado pelo Arqº Moura Coutinho, no início do sec XX, previsto para integrar a “Padaria Nacional” (venda e panificação) no piso térreo e, nos pisos superiores, escritórios e habitações. Nas últimas décadas do sec XX foi sendo adulterado, passando por diferentes usos com sucessivas alterações ao projeto inicial.

A fachada original, com influência da arquitectura francesa do início do séc. XX, resultado das várias viagens que Moura Coutinho fez a França, apresenta uma composição fortemente assimétrica nos dois primeiros pisos, sendo absolutamente simétrica nos restantes.

Já no sec. XXI o atelier Arquitectos Aliados realizou um projeto com forte componente turística, mantendo o uso de comércio no piso térreo.

Dado o estado de degradação do prédio (com inúmeras alterações) conseguiu-se recuperar alguns elementos do projeto original, nomeadamente a fachada principal, objeto de cuidado restauro. A compartimentação interior, a fachada tardoz, bem como, um terraço existente teve alterações substanciais, mas no desenho contemporâneo procurou-se respeitar algumas características existentes. As cores originais, tons de rosa, cinzas e brancos foram agora substituídas por tons e cores contemporâneas de amarelo mostarda, branco marfim e branco creme, sendo também a fachada posterior de desenho simétrico continuando a mesma atitude contemporânea, assumida na resolução espacial e funcional de todo o interior. O desvão da cobertura foi reaproveitado para novo uso, com proposta de nova claraboia (que oculta a caixa de elevador).

Surgiram, assim, um programa mantendo 1 (um) comércio e 9 (nove) Apartamentos Turísticos de tipologias diferenciadas apoiadas pelas zonas comuns. Da totalidade dos apartamentos, 7 (sete) são totalmente diferentes, tendo sido o atelier a desenhar o “Interior Design” (quadros, móveis, iluminação). Por exemplo, o tema dos quadros expostos foi resultado de uma cuidada seleção de imagens (fotos de época, gravuras e desenhos) tanto da obra do arq. Moura Coutinho como do Theatro do Circo.

Preconizamos uma nova caixa de escadas, integrando um elevador (inexistente, no projeto inicial), um grande saguão (dois pequenos, no projeto inicial), o aproveitamento do desvão do telhado e de um terraço no piso 1 (aqui existiam vários anexos que foram demolidos).

O projeto começou em 2016 e terminou em 2022, após mais de 3 anos de obra, com um acompanhamento intenso da equipa projetista, dono de obra, fiscalização e empreiteiro geral.

TAGS
LINKS
FICHA TÉCNICA

Projeto

Villa Theatro

Localização

Avenida Liberdade, 725-729, Braga, Portugal

Arquitetura + Interior Design

Arquitectos Aliados, Lda

Fotografias

Ivo Tavares Studio

Área

960 m2

Ano

2022

FOTOGRAFADO POR
Galeria
projetos RELACIONADOS
PUBLICIDADE